Image Map
Blog: Anime Shoujo / Sigla: AS
Desde: 30/03/2012
Tema: Puella Magi Madoka Magica
Dona: Thays Ramos
Post: 1906
Comentários: 8500
Visualizações: 3.234.147

20.2.14

Fanfic: Tailorshop My Skin


Yoo lindinhos, como vão, espero que estejam bem fofos...
Desculpem por estar sem postar fics, é que voltei a estudar e esta mega corrido, mas fiquem tranquilos irei 
postar algumas pra vcs e espero que gostem....
Bom a fanfic de hoje se chama Tailoshop My Skin espero que gostem
Enquanto uma pessoa só sabe sobre a arte de costurar, outros não conhecer o sacrifício glorioso chamado assassinato, mas quem disse que essas duas artes brilhantes não poderiam se misturar?
Então, o tecido de quem você quer hoje? De que cor? Qual o tamanho? Cortarei aquele tecido com tanto prazer quanto quando eu o faço...
E aqui está, um tecido e uma maldição só para você.

 

 Capitulo Unico

Miku P.O.V
Era mais uma tarde normal no vilarejo comercial da cidade de Kanashiyume, onde queria encontrar nada mais do que um tecido preto, para fazer um vestido para o velório de meu irmão, Mikuo...
Ele havia morrido alguns dias atrás, mas o corpo não foi encontrado, apenas o sangue, parecia que alguém havia atirado em sua mão e o sequestrado... A policia tentou procurar, a cada dia algum órgão dele aparecia... Até que... Um dia...
O corpo de Mikuo, sem sua pele, foi encontrado em minha cama de manhã... Lógico que gritei e chamei minha mãe... Mas até hoje a face de Mikuo sem a pele fica em minha cabeça...
Enfim, voltando ao assunto... Enquanto procurava pelo tecido, observei uma bela mulher, com um grande sorriso branco vendendo tecidos, ela parecia que gostava muito do que fazia...
– Olá bela garota, está procurando por tecido? - Disse ela, com um sorriso radiante.
– Sim, gostaria de um tecido preto. Quero fazer um vestido de velório.
– De velório... Que triste... Mas, tenho um tecido perfeito para você.- Ela me mostrou um tecido preto, mas por alguma razão... Sentia algo de errado... Era como se aquela mulher demonstrasse uma energia negativa em sua aura... Me dava medo... Muito medo. Depois de um, tempo, até seu sorriso branco como neve começou a me assustar.
– Então, quantos metros vai querer levar do tecido?
– Dois metros, por favor...- Ela cortou o tecido ao meio, o encarava com um olhar psicótico e logo me entregou... Toquei em sua mão ao pegar o tecido, e de repente, senti como se o tempo tivese parado por um segundo, encarei a vendedora de cabelos rosados nos olhos, e vi que estavam vermelhos naquele momento, e logo após ver isso, sai daquele transe... – Com licença, mas... Qual o seu nome?
– Luka, Megurine Luka. - Disse ela, parecia muito feliz quando a encarei de novo, a paguei e sai do local, até minha casa, onde morava sozinha... Meus pais ficaram com muito medo para continuar na cidade, mas eu gostava daqui, então acabei ficando, pode-se dizer que fui abandonada por eles.
Comecei a costurar, teria de viajar para ir ao velório de Mikuo... Éramos bem próximos antes dele morrer, com isso, fiquei bem depressiva, a ponto de realmente não sair de casa, não comia, simplesmente bebia um pouco de água para não morrer antes de dar adeus a Mikuo...
Costurava atenciosamente o vestido, já sabia minhas medidas, já fiz bastantes vestidos e kimonos para mim mesma, já sabia exatamente minhas medidas... Mas o mais interessante era aquele tecido... Era macio, mas não parecia ser feito de ceda nem nada parecido... Parecia mais um toque humano... De certa forma parecia o toque do Mikuo... Mas acho que só estava ficando louca mesmo...
Olhei para uma parte do tecido, observei bem de perto, pois parecia que havia outra cor no meio do tecido preto, e realmente tinha... Era vermelho... Cheirava a sangue.
Me assustei e liguei imediatamente para a polícia, ninguém atendia...
Passei o resto do dia tentando ligar para a policia, meu desespero não acabava... Me sentia mal, como se alguém estivesse me observando psicoticamente... Não aguentava mais aquilo então simplesmente tomei meus remédios e dormi, mas como já era de se esperar, tive um pesadelo...
Aquela lojista estranha cortava a carne do Mikuo, mas não era como se ela fizesse tecido daquilo, e sim como se ela o torturasse e perfurasse completamente sua carne, não era possível fazer nenhuma espécime de tecido com aquilo... Logo, tentei me levantar, mas percebi que estava amarrada a uma cadeira e com uma camisa de força, comecei a gritar histericamente, já a vendedora começou a sorrir, e com isso eu acordei.
Logo que acordei, observei que haviam vários papéis em meu quarto, onde haviam coisas escritas.
“O sangue é do Mikuo”
Meus olhos dilataram, fui correndo até a cozinha e vi que todos os litros d’água que haviam sido substituídos por sangue, sangue do Mikuo...
Olhei a máquina de costura com o tecido e vi que ele também estava completamente sujo de sangue... Comecei a chorar do lado do tecido, e logo senti algo... Digo, vi algo... A mulher da loja, ela estava na minha casa, apareceu de repente pelas minhas costas e me fez beber daquele sangue, ela literalmente pegou um dos litros de sangue, o abriu e enfiou todo aquele sangue em minha boca a baixo, continuei a chorar, não aguentava mais aquilo... E com esse pensamento, ela desapareceu, me virei para a parede e logo vi, escrito com sangue “Olhe debaixo da cama, deixei um presente para você.”
Fui burra de observar aquilo... Era a carne de Mikou... Sem sua pele... Aquilo deveria estar no caixão dele! Mas não... Ela o tirou de lá, só para me mostrar como eu era uma idiota... Uma idiota por não ter morrido ao invés dele!
Normal P.O.V
Miku foi apunhalada pelas costas com um punhal, o punhal de Luka.
– E então senhorita? O que achou? Morreu junto a seu amado irmão! Pediu uma maldição, e aqui ela está... Agora... Que tal fazermos um belo tecido verde água, assim como a cor do seu cabelo?

Nenhum comentário:

001 002 003 004 005 006 007 008 009 010 011 012 013 014 015 016 017 018 019 020

Postar um comentário

Deixe os seus comentários mais parecido com o seu jeito,use os emoticons do AS e se divirta comentando...

Bjinhos :**