Image Map
Blog: Anime Shoujo / Sigla: AS
Desde: 30/03/2012
Tema: Puella Magi Madoka Magica
Dona: Thays Ramos
Post: 1906
Comentários: 8500
Visualizações: 3.234.147

2.7.14

Fanfic - Maid de um Único Mestre


Oiee amores *-*
Vim trazer a nossa primeira historia do projeto Minha fanfic meu anime e caso você não saiba como funciona esse projeto só dar uma olhadinha aquii.
Como podem ver no titulo é uma fanfic e quem a mandou foi a linda Veronica, eu já li e confesso que gosteii muito da fic e espero que vocês também gostem e na sexta trago outra, certinho?

Bjinhos :**

Feito por: Veronica.
Anime: kaichou wa maid-sama
Gênero: Romance, não sei se tem comédia.
Sinopse: Misaki arranja problemas no Maid Latte e Usui tem a solução para o resolver. Mas será que Misaki vai aceitar a ajuda de Usui? E qual será a solução? Leiam para descobrir.

Obs.: Fanfic feita de um único episódio.

A história passa-se no mês de Julho e Misaki estava de férias. Estava ela a ir para o trabalho, quando,  por coincidência as melhores amigas dela aparecem.
              - Oh! Misaki-chan! Que coincidência, onde vais, podemos ir contigo? - Pergunta Sakura.
              - Não, ahhh... Agora não dá...
              - Oh! Por que não?
              - É que...
              -  Misaki-chan e eu estamos num encontro e não queremos ser incomodados. - Diz Usui aparecendo a brilhar.
              - Não, nós não somos namorados. - Diz Misaki envergonhada.
              -  Vamos Misa-chan, HA HA HA... - Diz Usui levando Misaki nos braços, sem mais nem menos.
           Sakura e Shizuko ficam a olhar para eles com uma gota na cabeça.
           E então, nas traseiras do Maid Latte...
                - Ahhhhh! Salvaste-me de boa Usui, embora não seja da melhor maneira. NÃO PODIAS TER INVENTADO OUTRA DESCULPA? - Pergunta Misaki furiosa - Mas pronto, o que passou, passou. Obrigada por me ajudares. Como posso te agradecer?
              - Queres ser a minha empregada pessoal?
              - NÃO! - Responde misaki ao mesmo tempo que dá um murro no Usui. Depois entra para dentro do café e Usui entra também.
             Lá dentro...
              - Oh! É o dia das empregadas no Havai. Que pena que hoje vou trabalhar meio período, gostava tanto de ver a Misa-chan a chamar-me de mestre com uma saia de ula.
              - CALA-TE ALIEN PERVERTIDO! - Grita Misaki, batendo no Usui.
              - Misa-chan, podias levar estes pratos para a mesa 2?
              - Sim. Já vou gerente.
            Misaki vai a caminhar quando um miúdo dos seus 5 anitos tomba o copo com sumo de uva. Misaki não repara escorrega e cai mesmo em cima do sumo.
               - Oh, está bem? Desculpe o meu filho.
              - Não se preocupe ojou-sama, a culpa foi  minha que não vi o sumo, espere um momento que já vou limpar.
             Miski entra na cozinha para ir buscar a esfregona.
              - MISA-CHAN! - Grita a gerente -  Que se passou?
              - Caí em sumo de uva, desculpe por causar problemas, mas vou já limpar.
              - O problema não é o sumo de uva, é a saia de ula que foi alugada e agora temos que pagá-la.
              - Não se preocupe, eu pago a saia, fui eu que a sujei.
              - Mas Misa-chan a saia custa 2 mil milhões de yenes. Temos que entregar o dinheiro na próxima semana e não vais conseguir pagar a saia nem com horas extras. Nós ajudamos-te a pagar a saia.
              - Obrigada gerente, mas não é preciso. Eu arranjo um segundo emprego temporário.
              - Está bem Misa-chan! Contamos contigo.
            Passados dois dias, no Maid Latte...
               -AAAAHHHHH!!!!! Mas será que não há um único emprego? Fui a quarenta sítios e nada.
               - Se quiseres empresto-te dinheiro. - Diz Usui.
               - Não, tenho que ganhar o dinheiro por mim mesma, com o meu trabalho.
               - E se te der o dinheiro pelo teu trabalho?
               - Que trabalho? - Pergunta Misaki confusa.
               - Como minha empregada pessoal...
               - VAI SONHANDO. - Responde agressiva como sempre, desta vez com um pontapé.
             De repente o telefone toca e a gerente atende.
               - Ah Misa-chan! Era a loja das saias de ula, diz que quer as saias daqui a 3 DIAS.
               -  O QUÊ?
             Miaki sai do Maid Latte e continua a procurar emprego, mas nada. No dia seguinte encontra Usui no parque.
               - Olá. Como vais? Já arranjaste emprego?
               - Não! - Diz Misaki desanimada - Olha Usui...
               - Sim???
               - A tua proposta de emprego ainda se mantém? - Pergunta envergonhada.
             Usui olha para Misaki espantada .
               - Tens a certeza? Já sabe que uma empregada tem que fazer tudo o que o seu mestre pedir. - Diz Usui encostando-a a uma árvore
               - E... Eu sei...  Mas... eu confio em ti. Quado é que começo a trabalhar e quanto é que pagas? - Responde Misaki envergonhada, desviando a cabeça para o lado.
               - Então, pago-te mil milhões de ienes por dia, que achas?
               - Não, isso é muito, não posso aceitar.
               - Eu insisto,  para além disso o dinheiro é meu.
               - Está bem, eu aceito. Quando começo? 
               - Começas a trabalhar agora. Mas, como não aceitaste a minha primeira oferta de emprego vou ter de te punir.
               - Estou... Estou nas suas mãos, mestre. - Diz Misaki super corada e baixando a cabeça.
               Usui faz o seu sorriso encantador e dá um peteleco a Misaki.
         Em casa do Usui...
               - Misa-chan, Misa-chan, faz-me uma massagem.
               -Sim goshujin-sama  -  diz Misaki com um sorriso pouco convincente.
               - Misa-chan, canta-me uma música...
               - Sim goshujin-sama- Diz Misaki ainda mais zangada.
               - Misa-chan, faz nyan para mim... - Diz Usui com tom de gozo.
         Misa-chan fica paralisada por momentos e diz com tom agressivo
               - Não acha que está a exagerar, goshujin-sama?
               - Uma maid tem de fazer TUDO o que o seu mestre ordenar.
               - Si... sim alien PERVETIDO-sama. Ny... Nyan~
               - Muito bem Misa-chan,  agora outra vez...
               - Não exagere alien PERVERTIDO-sama. - Diz Misaki batendo-lhe em cheio na cabeça fazendo-lhe um galo.
               - Ai Misa-chan. Uma maid não deve bater no seu mestre.
               - É dever de uma Maid garantir que o seu mestre tenha um comportamento adequado.
              - Misa-chan, tens a certeza que a tua mãe não se importa que não durmas em casa hoje?
              - Não te preocupes, ela pensa que estou na casa da Sakura.
              - Hmmmmmm... Então a Misa-chan era capaz de mentir por mim?
              - BAKA! - diz Misaki corada - Não sejas idiota, não foi por ti, foi pelo meu trabalho. Combinamos que iria se...ser a tu... tua ma... mai... d... (Misaki mal conseguia dizer tais palavras de tão envergonhada que estava) por 2 dias e isso inclui a noite de hoje. Não sou capaz de aceitar dinheiro por um trabalho mal feito.
               - Hmmmmmmm! Misa-chan é uma maid muito esforçada. Mas tens a certeza que devias passar a noite comigo, afinal tu própria dizes que sou um alien pervertido. - diz Usui sussurrando ao ouvido de Miski.
           Miski afasta-o e diz:
                 - Tu podes ser um alien pervetido mas não irias fazer nada de mal. (Diz Misaki com um tom de voz meigo e Usui faz o seu sorriso) Para além disso eu confio na minha força e mesmo que tentasses não consguirias fazer nada (Diz mudando de tom)
          A noite chega...
                  - Bem Misa-chan são horas de irmos dormir.
                  - E eu vou dormir aonde, goshujin-sama?
                  - Podes dormir comigo.
           Misaki dá um surra no Usui.
                   - Não se preocupe goshujin-sama, eu posso dormir no chão. - Diz ela com um sorriso pouco convincente.
                   - Descansa e dorme na minha cama, eu durmo no chão.
                   - Mas...
                   - Mas nada, é dever do mestre proteger a sua maid.
             Misaki fica corada - Como desejar goshujin-sama, obrigada.
            Já é meia noite e Misaki dorme profundamente. Usui está acordado e levanta-se para ver Misaki. Ela estava linda, tranquila, com uma cara inocente, a dormir e Usui dá um sorriso carinhoso e tenta chegar-lhe a franja para traz, mas ela acorda de repente e dá-lhe um pontapé.
                     - Que pensas que estás fazer?
                     - Não te preocupes não estava a fazer nada de mal, ficas muito linda a dormir
                Misaki fica toda vermelha e tapa a cara toda para não ver o idiota do Usui. Os lençóis tinham sido usados por ele, tinham o seu perfume e Misaki fica ainda mais vermelha e adormece novamente.
                 De manhã Usui acorda primeiro e vai acordar Misaki, mas quando chega ao quarto ele ouve-a a dizer:
                        - Usui baka!
                        - Afinal costumas sonhar comigo Misa-chan
                  Misaki acorda:
                         - Usui que fazes aqu? - De repente lembra-se do acordo e diz bastante envergonhada, baixando a cabeça de pijama - Ohayo goshujin-sama!
                         - É tão bom ouvir a Misaki chamar-me de mestre de pijama logo de manhã.

                         - Se não se importa goshujin-sama, eu tenho de me vestir.
                         - Certo, estou à tua espera na cozinha.
                  Usui vai para fazer o pequeno-almoço, mas não sabe o que deve fazer para a Misaki. Então vai ao quarto.
                          - Misa-chan... - Abre a porta, mas ela estava a tirar a camisola do pijama e ele ao perceber fecha-a logo. - Gomenasai - E volta para a cozinha.
                   Misa-chan fica irritada. Quando acaba de se vestir vai para a cozinha e Usui tinha acabado de terminar a comida.
                          - Goshujin-sama, é dever de uma maid fazer o pequeno-almoço para o seu mestre. - Diz zangada.
                          - Mas eu queria que a Misa-chan comece a minha comida.
                     Misaki continua irritada, senta-se e começa a comer.
                           - Ayzawa, não precisas de ficar assim, não fiz de propósito. E uma maid não deve tratar assim o seu mestre.- Siz Usui aproximando a cara de Misaki e olhando-a olhos nos olhos.
                           - Já chega! Só sabes irritar-me, brincar com os meus sentimentos e invades a minha privacidade. Estou farta, não me importo com o dinheiro. Tenho os meus limites. Vou-me embora.
                            - Aysawa, espera!
                      Ela sai porta fora
                             - Porque é que o Usui é assim? Nem sequer acabei de comer, estou cheia de fome (a sua barriga roncava) e sinto-me fraca.
                       Misaki começa a passar por vários cafés e restaurantes, o cheiro da comida acabada de fazer só lhe dá mais fome. De repente ela depara-se com um grupo de rapazes com aspeto de ladões.
                               - Olá que fazes aqui sozinha. Queres vir conosco? Nós pagamos-te qualquer coisa para comer.
                        Um deles agarra-lhe no braço e começa a puxá-la. Misaki sentia-se fraca e não conseguia bater-lhes.
                               - Larguem-me, ouviram, larguem-me.
                        Mas eles não ligavam e continuavam a puxar-lhe.
                               - Não grites, se não levas uma tareia.
                               - Larguem-me! Socorro, UUUUSSSSUUUUUUUIIIIIIIIIII!
                        Dito o nome ele aparece de repente e dá uma sova ao grupo.
                                - Usui, porque é que fazes estas coisas?
                                - Porque és a minha maid pessoal e é dever do seu mestre protegê-la.
                                - Baka!

5 comentários:

  1. Gostei,muito,esse povo é tao inteligente,de criar historias tao boas.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Gostei da fic, bem criativa... Mas não tem algo errado com o preço da saia? Acho que tipo 2 MILHÕES de yenes é muito dinheiro pra 1 unica saia sabe? Acho que ficaria mais certo (apesar de que no caso a Mi-chan ia ter como pagar) 2 MIL yenes 'u'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu sei que é exagero, mas como disseste depois a Misa-chan conseguia pagar. Mas o problema é que eu também não conheço muito bem os preços do Japão por isso acabei por exagerar. Gomen 010

      Excluir

Deixe os seus comentários mais parecido com o seu jeito,use os emoticons do AS e se divirta comentando...

Bjinhos :**

001   002   003   004   005   006   007   008   009   010   011   012   013   014   015   016   017   018   019   020