Image Map
Blog: Anime Shoujo / Sigla: AS
Desde: 30/03/2012
Tema: Puella Magi Madoka Magica
Dona: Thays Ramos
Post: 1906
Comentários: 8500
Visualizações: 3.234.147

9.10.14

Patrimônios da Humanidade no Japão - Horyu-ji


Oiee amores *-*
Vamos conhecer um pouquinho mais sobre a cultura Japonesa? E hoje vim com uma postagem bem legal sobre um dos patrimônios da humanidade no Japão o templo Horyu-ji e depois vou trazer mais postagens falando dos outros patrimônios. E se alguém querer alguma postagem em relação a cultura japonesa só comentar em algum post ou mandar o pedido pelo e-mail, ok? Espero que gostem... Bjinhos :**

Patrimônios da Humanidade no Japão - Maravilhas do Mundo

- Monumentos Budistas de Horyu-ji
- Castelo de Himeji
- Ecossistema da Ilha Yaku (Yaku Shima)
- Bosques e Zona de Proteção Ambiental Shirakami-Sanchi
- Monumentos Históricos da Antiga Quioto, Uji e Otsu
- Vilas Históricas de Shirakawa e Gokayama
- Memorial da Paz, em Hiroshima
- Santuário Xintoísta Itsukushima

Templo de Horyu-ji
Hōryū-ji 法隆寺 (lit. Templo da Lei Florescente) é um complexo de templos budistas localizado na cidade de Ikaruga, província de Nara, Japão. O seu nome completo é Hōryū Gakumonji (法隆学問寺), ou Templo da Lei florescente. O complexo é usando tanto como seminário como mosteiro de aprendizagem budista e foi construído pelo príncipe Shōtoku sob o projeto de Kongo Gumi, cujo primeiro templo foi inaugurado no ano de 607. O pagode é um templo amplamente reconhecido como uma das mais antigas construções de madeira existentes no mundo, ressaltando o lugar de Hōryū-ji como um dos templos mais famosos no Japão. Em 1993, Hōryū-ji foi eleito, juntamente com Hokki-ji como Património Mundial pela UNESCO sob o nome de monumentos budistas da região de Hōryū-ji. O governo japonês enumera várias de suas estruturas, esculturas e artefatos como Tesouros Nacionais do Japão.

O complexo de Horyu-ji é constituído por três templos:
O primeiro é em forma de pagode e é proibida a entrada a pessoas pois dizem que existem tesouros enterrados que nunca poderão ser revelados. O segundo templo é conhecido por kondo e o terceiro templo é conhecido como Yumedono.

História:
O templo foi originalmente encomendado pelo príncipe Shōtoku, num momento em que havia sido chamado de Ikaruga-dera (斑鳩寺), um nome que ainda é usado com alguma regularidade. Acredita-se que esta primeira construção foi edificada em 607. Hōryū-ji foi dedicado a Yakushi Nyorai, o Buda da cura e em memória do pai do príncipe Shōtoku. As escavações feitas em 1939, confirmaram que o palácio do príncipe, Ikaruga-no-Miya (斑鳩宮), ocupou a parte oriental do complexo do atual templo, onde Tō-in (東院) se situa atualmente. Outras descobertas foram realizadas sobre as ruínas de um complexo do templo que se encontrava a sudoeste do palácio do príncipe, as quais ocuparam parte da área da atual construção. Um novo templo foi construído sobre o original, usando partes que sobraram de sua construção, e foi finalizado em 711. Hoje apenas 20% da construção do templo possui madeiras originais da primeira construção. O templo original, denominado pelos historiadores e arqueólogos modernos Wakakusa-garan (若草伽藍), foi perdido, provavelmente queimado por completo após ser atingido por um raio em 670. O edifício foi reconstruído e ligeiramente reorientado na direção de noroeste, cuja nova formulação se acredita ter sido concluída por volta de 711. O templo foi reparado e remontado no início do século XII, em 1374 e 1603. Em 1950, os mantenedores do templo acabaram por de desintegrar da seita Hossō-shū (法相宗). Hoje em dia, o proprietários chamam o templo de Sede da Seita "Shōtoku".

Controvérsia sobre a reconstrução:
Após uma longa controvérsia inflamada pelo historiador de arquitectura Sekino em 1905, opinião geral formada desde 2006 é a de que o recinto atual se trata de uma reconstrução. As escavações de 1939, confirmaram a existência de um complexo arquitectónico ainda mais antigo, incluindo vestígios arquitectónicos de um Salão Principal (金堂, Kondō) e um pagode, foram aceites como prova conclusiva. O complexo original, Wakakusa-Garan, foi provavelmente queimado em 670, como registado no Nihon Shoki, apesar do tema ser ainda questionado sobre se de facto houve um incêndio ou se houve outro motivo a a destruição do original.

Imagens:
Horyu-ji

kondo

Yumedono



Fonte: ()

Nenhum comentário:

001 002 003 004 005 006 007 008 009 010 011 012 013 014 015 016 017 018 019 020

Postar um comentário

Deixe os seus comentários mais parecido com o seu jeito,use os emoticons do AS e se divirta comentando...

Bjinhos :**